Entrevista com o grande atleta Bernardo Braga 

abril 2016

 

01 – O QUE O MOTIVOU A PRATICAR MUAYTHAI? COMO FOI?

 

Bernardo: Quando eu tinha 12 anos aproximadamente (1995) o Muay Thai estava começando a ficar conhecido e alguns dos meus amigos do Colégio Pedro II da tijuca onde eu estudava praticavam a arte na academia Jop na tijuca. Porém meu pai não queria que eu fizesse pois tinha medo que eu me machucasse devido aos golpes violentos da modalidade, chutes e joelhadas principalmente. Meu irmão mais velho praticava jiu jitsu, hoje em dia faixa preta do Mestre Ricardo Vieira, e trazia pra casa fitas VHS e assistíamos juntos as primeiras edições do UFC. Eu sempre acabava torcendo pros atletas oriundos das artes em pé por admirar as técnicas de chutes, socos e joelhadas, e a minha vontade de treinar aumentava a cada dia, a cada vez que assistíamos as fitas. Insistia com meu pai que queria treinar Muay Thai porém ele não concordava em pagar e aí acabei aceitando entrar pro Jiu jitsu em 1997 já que meus 2 irmãos e minha irmã já treinavam e meu pai queria que eu o fizesse com eles para parar de me envolver com as cias erradas que estava me envolvendo nas ruas do bairro onde morei até os 19, o Grajaú na zona norte carioca. Porém não me adaptei, me machuquei duas vezes seguidas e acabei saindo. Consegui convencer meu pai a pagar pra mim as aulas de Capoeira na famosa academia do Mestre de Judô Gavazza, já que pelo menos poderia treinar chutes. Em 1997 assisti a lendária luta do meu Mestre Artur Mariano contra Wandeley Silva no IVC e minha vontade de treinar Muay Thai cresceu mais ainda!

02 – EM QUE ANO VOCÊ COMEÇOU A PRATICAR MUAYTHAI? COM QUEM COMEÇOU? ONDE E COM QUEM TREINA ATUALMENTE?

 

Bernardo: Porém só em 1999 quando já trabalhava fazendo digitação de trabalhos no computador pude começar a pagar pelos treinos e me direcionei a Famosa academia de nosso saudoso Grão Mestre Luiz Alves onde comecei a treinar nas aulas do mesmo e também com o professor Carlos Eduardo. Lá eu treinava e parava não tendo mantido mais de 3 meses de assiduidade continuas o que limitou minha evolução. Só em 2003, após ter me mudado pra zona sul por inúmeros problemas com os quais me envolvi devido a mas cias que me fizeram ver a morte de perto por duas vezes, comecei a treinar na Academia Champions Factory do Grão Mestre Artur Mariano onde comecei a evoluir dentro da modalidade, a quem devo tudo que sei tenho enorme carinho e além de meu Mestre considero um grande amigo.

 

03 – VOCÊ TEM ALGUM LUTADOR OU TREINADOR COMO INSPIRAÇÃO?

 

Bernardo: Admiro a Técnica do Petrosyan, a disciplina do Buakaw e o estilo do Saenchai. Como treinador admiro muito meu Mestre Artur Mariano por tudo que me ensinou e pelo que faz pelo Muay Thai no Brasil e também o Mestre Anderson França por sua simplicidade. 

 

04 – QUAL O SEU GOLPE OU COMBINAÇÃO DE GOLPES PREFERIDOS NUMA LUTA?

 

Bernardo: Gosto muito das técnicas de clinche: cotoveladas, joelhadas e desequilíbrios.

 

05 – QUAL A SUA CATEGORIA DE PESO?

 

Bernardo: 75 kgs

 

06 – QUANTAS LUTAS POSSUI ATÉ AGORA E QUAIS OS SEUS TÍTULOS?

 

Bernardo: Possuo aproximadamente 40 lutas. 5 títulos Brasileiros, 1 Pan Americano, 3 vzs terceiro mundial e uma prata mundial. 

 

07 – VOCÊ JÁ COMPETIU INTERNACIONALMENTE? ONDE? COMO FOI ESSA EXPERIÊNCIA?

 

Bernardo: Sim, na Tailândia. Foi muito importante para meu desenvolvimento como atleta. 

 

08 – QUAL FOI SUA LUTA MAIS DIFÍCIL? CONTRA QUEM?

 

Bernardo: Difícil dizer especificamente uma luta mais difícil mas com certeza uma que me marcou foi a semi final do mundial de 2014 contra

o Italiano Fabio Siciliani

 

09 – O MUAYTHAI É SUA PRINCIPAL ATIVIDADE PROFISSIONAL OU VOCÊ POSSUI OUTRA?

 

Bernardo: Sim, o Muay Thai é minha principal atividade.

 

10 – COMO VC ANALISA O ATUAL CENÁRIO DO MUAYTHAI NACIONAL?

 

Bernardo: O Muay Thai nacional está evoluindo muito graças ao trabalho sério realizado pela Confederação Brasileria de Muay Thai, ano após ano fica claro a qualidade de nossos atletas que lutam de meneira brilhante e arrancam elogios de treinadores e promotores que assistem as lutas no Mundial realizado em BKK. Ainda há muito a fazer devido aos inúmeros picaretas que enganam os leigos e as federações que vendem certificados a estes mesmo sem a qualificação necessária, porém estamos no caminho certo. 

 

11 – VOCÊ CONHECE O MUAYTHAI NO AMAZONAS? O QUE ACHOU?

 

Bernardo: Conheci por intermédio do convite que recebi do meu grande amigo professor Rodrigo Saavedra que me foi feito em 2012 quando lecionei duas aulas e pude ter o prazer de vivenciar toda a disciplina e calor do povo Amazonense com o qual compartilho o sangue que corre nas minhas veias já que meu pai e toda sua família são Manauaras. E sempre me mantive informado por meio do Professor Neto Didimo, o qual tenho grande admiração, e seus alunos os quais todos saíram vitoriosos no ultimo Campeonato Brasileiro realizado na grande Feira Arnold Nutrition. 

 

12 – QUAL SERIA O SEU CONSELHO PARA QUEM DESEJA COMEÇAR A TREINAR MUAYTHAI?

 

Bernardo: Se informe sobre o histórico dentro da modalidade do professor da academia onde vc pretende treinar, ta cheio de picareta aproveitando o boom que o Muay Thai vem apresentando na ultima década.

 

13 – VOCÊ GOSTQARIA DE DEIXAR UMA MENSAGEM AOS LEITORES DO SITE?

 

Bernardo: confie em você mesmo, no seu potencial e na sua intuição. Treinar, treinar e treinar mais, dai virão seu resultados.

 

Muito obrigado pela oportunidade ao site e muito obrigado a minha falecida vô Isaura, primeira pessoa a me incentivar nesse esporte sem ela nada disso seria possível, imortal na minha memória ela é! 

 

 

fonte :  amazonmuaythai.com.br

HORÁRIO DOS TREINOS

Aparecida:

 

Terças, quintas e sextas:

6h30 às 7h30

16h às 17h

Segunda a sexta:

19h30 às 20h30

REDES SOCIAIS
  • Wix Facebook page
  • Instagram
ENDEREÇO

Aparecida:

Rua Luiz Antony, 885. Aparecida

(dentro da Academia Golfinho).